As Desbravadoras

Plotagem sobre PVC da Intervenção Urbana - 30x21,5cm

press to zoom

Plotagem sobre PVC da Intervenção Urbana - 30x21,5cm

press to zoom

Livro de Artista/Objeto 15x15cm

press to zoom

Plotagem sobre PVC da Intervenção Urbana - 30x21,5cm

press to zoom
1/7

A intervenção urbana "As Desbravadoras", realizada em 2010 nas margens (meio fio) que circunda o monumento "O Desbravador", criado em 1981 pelo artista Paulo de Siqueira, pretendeu dar representatividade as mulheres de diversas camadas sociais e origens étnicas que contribuíram para construção da história do munícipio de Chapecó durante o período compreendido entre o ano de 1917, ano de fundação do município, indo até 1981, ano de inauguração da obra "O Desbravador". Essa intervenção se configurou como uma "obra aberta", pois a comunidade chapecoense também pode revelar outros olhares sobre "as desbravadoras" ao registrarem seus nomes em um objeto (livro de artista) que foi disponibilizado na Galeria Municipal Paulo de Siqueira situada aos pés do monumento.

Metamorfoses de Barbie

A série "Metamorfoses de Barbie"  tem como principal elemento emblemático e problematizador a boneca Barbie e a possibilidade de subverter os ideais de ser mulher que a boneca propõe mediante a proposições de transformações em sua estética corporal (corpo e moda estético-vestimentária).

Fragmentos da ​Vida de Efigênia

Desenhos (grafite, chá preto e cera), 60 x 15 x 2 cm cada

press to zoom

Objeto Barbie em Caixa de Acrílico, 31 x 16 x 5 cm

press to zoom

Urna Funerária de Madeira e Pedestal de Acrílico (palavras que compõem o poema "Desespero" de Mário Quintana e cera), 80 x 7 x 7 cm

press to zoom

Desenhos (grafite, chá preto e cera), 60 x 15 x 2 cm cada

press to zoom
1/10

Em "Fragmentos da Vida de Efigênia" procurou-se dar visibilidade a Efigênia, personagem criada pela artista mediante transformações efetuadas na estética corporal da boneca Barbie, vindo a a subverter o universo imaginário que envolve a boneca por sua fabricante, a Mattel.

Encontros e Desencontros Negra Macua x Negra Auta

Trono de Madeira/ Barbie Negra Metamorfoseada, 136 x 25 x 25 cm, (detalhe)

press to zoom

Trono de Madeira/ Barbie Negra Metamorfoseada, 136 x 25 x 25 cm, (detalhe)

press to zoom

Trono de Madeira/ Barbie Negra Metamorfoseada, 136 x 25 x 25 cm,

press to zoom

Trono de Madeira/ Barbie Negra Metamorfoseada, 136 x 25 x 25 cm, (detalhe)

press to zoom
1/10

Encontros e Desencontros Negra Macua x Negra Auta submeteu-se a uma Barbie negra a transformações para dar representatividade ao diálogo estabelecido entre duas poéticas visuais, e por conseguinte duas histórias de vida e de visão de mundo com relação a mulher negra: a da própria artista e de seu amigo - Agostinho Duarte (1928 -2004) -, artista plástico português radicado em Chapecó desde o ano de 1976.

 
 

Renascer das Deusas: Afrodite, Yemanjá e Gaia

Objeto: boneca Barbie metamorfoseada (corte, costura e enchimento, etc), 45 x 26 x 10 cm, (detalhe)

press to zoom

Objeto: boneca Barbie metamorfoseada (corte, costura e enchimento, etc), fotografias digitais, madeira (pintura e incisões) , 6 x 3,5 x 1,5 cm

press to zoom

Instalação (objetos e fotografias), possibilidades de montagem/dimensões variáveis

press to zoom

Objeto: boneca Barbie metamorfoseada (corte, costura e enchimento, etc), 45 x 26 x 10 cm, (detalhe)

press to zoom
1/7

Em Renascer das Deusas: Afrodite, Yemanjá e Gaia, divindades femininas são evocadas mediante transformações da estética corporal da Barbie Princesa , versão da boneca que mais propõe uma representação idealizada de mulher no sentido de beleza, juventude, amor e heroísmo.

 

Vir-a-Ser

Trabalho Colaborativo - Eduardo Winston Gambatto (fotografia), Eduardo Dutra (escultura bebê), Silvia Baggio (figurino), Leandro Scherer (maquiagem e cabelo), plotagem sobre tecido 100 x 200 cm

press to zoom

Participação: Diane Sabartelotto, sem título, plotagem sobre tecido, 54 x 45 cm

press to zoom

Trabalho Colaborativo - Eduardo Winston Gambatto (fotografia), Eduardo Dutra (escultura bebê), Silvia Baggio (figurino), Leandro Scherer (maquiagem e cabelo), plotagem sobre tecido 100 x 200 cm

press to zoom

Trabalho Colaborativo - Eduardo Winston Gambatto (fotografia), Eduardo Dutra (escultura bebê), Silvia Baggio (figurino), Leandro Scherer (maquiagem e cabelo), plotagem sobre tecido 100 x 200 cm

press to zoom
1/12

O projeto "Vir-a-Ser" trata-se de um trabalho colaborativo em que a personagem assumida pela artista, a Deusa Gaia, a Mãe-Terra, oferta seu fruto, Esse fruto ("ser") somente se constitui enquanto indivíduo nas trocas simbólicas estabelecidas com seus alunos do curso "Estudos Avançados em Artes Visuais: caminhos para o desenvolvimento do processo criativo e profissional", realizado na Escola Municipal de Artes de Chapecó no ano de 2009.